O Que Eu Penso De… Love, Lies and High Heels

images

Sinopse:

LUKE GALLOWAY doesn’t lie. Well, not normally. And never about anything as serious as death. But, somehow Luke’s friend and business partner, Sam Paris, convinces Luke that he needs to do just that. Sam believes the only way his daughter will come back to see him is if he were dying. And so the lies begin . . .
RUSTY PARIS has been alone most of her life. Her parents were divorced when she was very young. Rusty was pushed off to boarding schools, while her mother made a hobby of marrying rich men. She doesn’t remember much about her father, only that he never made an attempt to be a part of her life for the past twenty-one years. But all that is about to change. When she gets word he is dying, she runs home to be by his side, which puts in right in the path of that scoundrel Luke Galloway.
Luke has no room in his life for rich heiresses. Been there. Done that. From the first time Luke and Rusty meet, they clash. She considers him nothing more than a lowly ranch hand who enjoys riling her temper. He considers her arrogant and prissy. But that doesn’t mean he can fight his attraction to her, nor hers to him. And when they find out they’ve both been duped by Rusty’s father the sparks really start to fly.

Opinião:

A capa cativou-me. A sinopse também. E ainda bem.

Não vou dizer que este é um romance óptimo e cheio de profundidade, etc. Digo sim que este romance de Debby Conrad é como um daqueles filmes óptimos para uma tarde de Domingo.

É divertido, é estimulante, tem vários acontecimentos-chave, tem personagens minimamente interessantes e inteligentes, e cavalos (muito importante, ahahah).

A escrita de Debby Conrad é bastante fácil de ler e as descrições tanto das personagens como dos cenários são bastante boas. Sem muita palha, aqui no Lies, Love and High Heels, vamos conhecer as peripécias deste casal amoroso tão diferente, mas que encaixam perfeitamente.

Mas nem tudo são rosas. Achei que, tal como muitos outros, a personagem Rusty teve demasiadas incertezas. Aquela atitude de “ele não gosta de mim, vou-me fazer de forte à frente dele e chorar por trás” quando se via perfeitamente que ele era doido por ela irrita-me sempre, e nesta obra acontece n vezes, o que acabou em muitos revirar de olhos.

Mas, como disse anteriormente, este é um romance leve para rirmos um pouco e torcemos mais algum por um casal todo lindo e perfeito.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s