E-Gente falsa e hipocrita

Seguindo os exemplos da Sofia (Morrighan) ou até da *Ray (Desejos de Alma) que expuseram, e muito bem, as suas opiniões sobre as opiniões alheias, decidi dissertar aqui no meu canto. Não sobre quem escreve falsas opiniões (não batam mais no ceguinho que até eu já tenho pena dessas almas) mas de quem as lê e critica.

Ora bem, barretes há muitos e aqui fica mais um para a consciência de quem se enquadrar neste perfil o apanhar e colocar na sua linda cabecinha.

Então está mal escrever coisas lindas e maravilhosas sobre um livro, só com um pontozito negativo para não dizerem que só dizem bem, mas está certo haver pessoal que vai lá, lê, comenta, mete “gosto” no facebook e depois acena com a cabeça quando dizem que estas coisas não se fazem?

Não sei quem é pior!

Só lê quem quer, mas se por um lado batem palminhas quando essa gente posta a bela da opinião e por outro dizem que está mal e que isso não se faz, então como é que ficamos?

Minha gente, eu mal soube que essas certas pessoas faziam isso (e confio nessa fonte) nunca mais lhes pus os olhos em cima das opiniões. Para perder tempo com opiniões que contam a história do livro com palavras parecidas à sinopse e que dizem que tudo foi muito lindo e maravilhoso então mais vale estar quieta e ler mais um capítulo do livro.

boneco+livro[1]

Ainda por cima pessoas que fazem isso nem se dão ao trabalho de ler o que outros escrevem, ou então deixam só um comentário a dizer: “gostei da tua opinião”. E pronto…

Sinceramente, mas mesmo sinceramente, estou farta destas conversas.

Eu vou continuar na minha e fiel aos meus princípios: leio uma vez, se prestar volto lá sempre que o blogger tiver alguma opinião, se não nunca mais lá ponho os pés. E se descubro que o blogger anda a escrever porcarias cor de rosas ou a lixar as costas de outro blogger então aí o mal é logo cortado pela raiz.

Por isso, e concluindo, porque não tenho jeito para testamentos e tenho alergia a eles, se querem se meter nesta vida de opinadores amadores patrocinados pelas editoras (que só dão livros porque metemos lançamentos ou novidades deles no blog e não pelas belas das nossas opiniões pseudo-profissionais) então sejam sinceros: falem do que não gostam e do que gostam, falem das personagens e dos cenários, falem da trama ou do enredo, falem da saga ou da possibilidade de uma, até metam spoilers se for preciso (eu até agradeço eheh), mas, por favor, não metam palha, ainda por cima da doce e bonita, porque é uma SECA ler coisas dessas.

PEACE!

PS – não peço desculpa se ofendi alguém.

Anúncios

31 pensamentos sobre “E-Gente falsa e hipocrita

  1. Concordo 🙂
    Eu seguia certos blogs e simplesmente deixei de lhe prestar atenção a partir do momento em que veriquei que todos os livros lidos eram lindos e maravilhosos e com opniões hiper positivas (e muitas das quais copy past). Ora eu sei que não podemos gostar todos do mesmo, contudo, acho pouco provavel que até mesmo uma pessoa que aprecie vários géneros literários (que é o meu caso) é impossivel gostarem de todos os livros e as opniões serem sempre positivas.
    O que mais preso, acima de tudo, é a honestidade e sinceridade, as minhas opniões são sempre pessoais e refletem o que sinto, portanto, acho uma falta de consideração para com os leitores a manipulção das opniões.

      • Eu gostei do post, gostei do que disseste, mas acho que também depende do caso. É raro meter like nas opiniões no face, às vezes eu meto like em opiniões que diferem da minha e que referem na sua maioria os pontos positivos do livro, porque gostei do que foi escrito ou porque, apesar de pensar diferente, consigo perceber porque é que o blogger que escreveu a opinião escreveu aquilo. Claro que dependendo da interpretação das pessoas posso ser rotulada de falsa e hipócrita por isso é que disse que o barrete podia servir-me x) enfim, são opiniões né?

      • segundo percebi, acho que estas a confundir meter “gosto” em opiniões diferentes das tuas mas maioritariamente positivas e meter “gosto” em opiniões SO positivas com um objectivo diferente…
        se for o primeiro caso então o barrete não te serve – so se forçares =P

  2. Minha querida, acabei de comentar no post da Ivonne e comento agora no teu. A minha opinião é sabida e sinceramente não pensei que houvesse tanta gente indignada com este assunto! Mas cada um deve expressar o que sente e por isso fizeste bem em fazê-lo.

    Tu tocas aqui num ponto bastante importante e sensível que nem toda a gente fala… Os bloggers que se lixam uns aos outros 😉 As queixinhas e os comentários maldosos… Sim, eu tenho conhecimento disso. Talvez um dia disserte sobre isso também.

    Beijinho grande*

  3. Ah acho que já percebi, então basicamente criam blogs para obterem livros grátis e divulgam sempre opiniões positivas sobre os mesmos, é isso?!
    Pois eu pessoalmente não tenho nenhum blog mas gosto muito de ler a opinião dos livros que vou lendo, é verdade que, às vezes,parece que exageram, porque dizem sempre bem de todos os livros que lêem, o nem sempre pode ser possível, porque muitos livros apesar da sinopse parecer interessante, são um tiro no escuro.
    Agora percebo qual é o interesse por detras de tudo isto, e como há tanta gente a ter tantas aquisições num mês (perdoem-me mas actualmente há muitas pessoas com dificuldades e os livros infelizmente não são muitos baratinhos), que desta forma conseguem levar a cabo a sua paixão e ainda ter passatempos.

  4. Ok, sinceramente era completamente “ingenua” em relação a isso porque não percebia como haviam tantos livros para passatempos e como haviam blogs que recebiam tantos livros num mês em concreto, agora já percebo.
    Pois eu vou comprando livros consoante promoções do continente,da wook, da presença, e algumas da fnac, mas compro normalmente a preço de saldo.Agora percebo que as pessoas n gastam € em livros e assim já podem consumir muitos mais.

  5. Não nos podemos esquecer que as editoras também são culpadas disso pq não têm critérios nenhuns para dar parceria, quantos mais blogs fizerem publicidade, melhor. A mim admira-me como é que ainda se conseguem dar tantos exemplares para leitura e passatempo… :S

  6. Não gosto nada de comentar estar coisas mas como também tenho algo a dizer sobre isto em breve…

    Bem para mim tudo depende da forma como se escrever e da interpretação que se tira do que se lê. Eu NÃO SOU uma “opinadora” negativa por regra, em parte talvez devido ao meu curso e há presente necessidade de interpretar diversos aspectos do que leio. (E escrevo imenso, tenho essa noção.)

    Mantenho a máxima de que grande parte do que se publica tem qualidade para um público específico, caso contrário não era publicado. (Também falarei sobre isso em breve.) Tento, no entanto, ser detalhada nas minhas opiniões e dar ver o que realmente existe em cada livro e, mais importante, a quem esse livro se dirige porque eu, sinceramente, só não leio papel higiénico porque não tem nada escrito e o “tal olho” é cego. (LOL, desculpa hoje estou naqueles dias.)
    Adiante…

    Parcerias, tu sabes, sim obrigado. Com a quantidade que livros que leio era isso ou andar em t-shirt no inverno porque o dinheiro não chegasse para o vício e, mesmo assim, compro compulsivamente e nem tudo que opino me é dado. Já agora, alguns passatempos saem, inclusive, do meu bolso como o que tenho no ar neste momento.

    *E se descubro que o blogger anda a escrever porcarias cor de rosas ou a lixar as costas de outro blogger então aí o mal é logo cortado pela raiz.* – Hahaha se eu fosse de me deixar afectar por aquilo que outros blogues já me fizeram já poderia ter encerrado a minha jornada neste mundo bem pequenino. Gostei.

    Hummm o barrete não serviu, embora com o frio que está desse jeito mas como não queria comentar apenas “gostei” escolhi comentar a tua opinião entre tantas outras que têm rondado este tema.

    Beijinhos, boas leituras.

    • Gostei tambem 🙂

      E digo mais, tive a fazer contas dos ctt e cheguei a conclusao que apesar de poupar muito nos livros que me dao tambem gasto muito, cerca de metade, em ctt e envelopes. Felizmentte as editoras a quem tenho pedido ultimamente fazem questao de mandar os livros… E eu ja poucos passatempos faço.

      • Nem me digas nada em relação a isso… Sim vou fazer passatempos para o natal mas nada que se compare a blogues que escrevem “linhas” nos seus poucos meses de existência. Acho que vou ter 5, bem chorados talvez 7 e tenho quê… 10 parcerias? 15? Mas isso das editoras é outros 500 com conversa que nunca mais acaba. *É o drama*

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s