O Que Eu Penso De… “The Goddess Test”


Ficha Técnica:

Título – The Goddess Test (Goddess Test nº1)
Autora – Aimee Carter
ISBN – 9780373210268
 
Sinopse:

EVERY GIRL WHO HAS TAKEN THE TEST HAS DIED.

NOW IT’S KATE’S TURN.

It’s always been just Kate and her mom–and her mother is dying. Her last wish? To move back to her childhood home. So Kate’s going to start at a new school with no friends, no other family and the fear that her mother won’t live past the fall.

Then she meets Henry. Dark. Tortured. And mesmerizing. He claims to be Hades, god of the Underworld–and if she accepts his bargain, he’ll keep her mother alive while Kate tries to pass seven tests.

Kate is sure he’s crazy–until she sees him bring a girl back from the dead. Now saving her mother seems crazily possible. If she suceeds, she’ll become Henry’s future bride and a goddess.

IF SHE FAILS…

Opinião:

Com uma capa refrescante e uma sinopse que capta logo a nossa atenção estava à espera de mais.

A linguagem e a história combinam perfeitamente pela simplicidade, porque de facto essa é o melhor adjectivo para caracterizar e descrever esta obra: simples. Eu penso que o erro aqui é mesmo da escritora, porque com um ideia tão boa ela não soube tirar sumo nenhum, então com capítulos pequenos e com poucos acontecimentos ela cinge a história e até a personagem principal à mansão de Henry e aos seus habitantes.

Achei que o livro iria melhorar quando os ditos testes começaram a acontecer, mas tal não foi o meu espanto quando me apercebi que estes não iriam ser nada de significativo e alguns até acabaram por ser fundidos!!

No final conhecemos os deus e deparo-me com: a mãe dela também é uma deusa… e penso “por amor da santa!” que falta de originalidade…

Por isso, meus amigos e minhas amigas, se estão à espera de algo em grande, cheio de ficção e magia, vão encontrar um enredo do género do twilight, com um Hades muito fraquito e mortes e ferimentos ainda piores. A magia está presente mas tal como o resto muito mal aproveitada.

Esta é, portanto, uma obra mais direccionada para os 12 anos ou menos, com muitas “amiguinhas”, com muitas dúvidas existenciais e com tentativas falhadas, na minha opinião, de tentar tornar tudo mais adulto e com carga emocional.

De qualquer forma, vou ler o resto mas recuso-me a ler os contos intermédios. Só o vou continuar porque quero ver como esta personagem se vai safar como deusa…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s