O Que Eu Penso D… Romance Atribulado

Ficha Técnica:
Título Original Millie’s Fling
Título – Romance Atribulado
Autora – Jill Mansell
Editora – Saída de Emergência
Edição – 2010
ISBN – 9789898032942

Sinopse:

Orla Hart, a famosa autora de bestsellers românticos, decide transformar Millie, a sua melhor amiga, na heroína do próximo livro. Millie duvida que a sua vida aborrecida possa inspirar uma história interessante, mas Orla pensou em tudo: sem a amiga saber, vai fazer o possível para lhe apimentar a vida. E enquanto Millie reconta os acontecimentos hilariantes em torno dos seus amigos e família, Orla conspira para a juntar ao perfeito herói romântico e tornar as coisas bem mais excitantes. O problema é que Millie também escondeu alguns eventos recentes da sua vida. E tanta confusão só pode dar um…romance atribulado!

Opinião:

Jill Mansell volta à carga com mais comédia e muita mistura… bem, à mistura.
Na página 20 já me doia os musculos da barriga de tanto rir, porque apesar das situações serem óbvias e muito reais, Jill apresenta-as sempre de uma forma que nos faz estar presente na cena e nos imaginarmos na pele da personagem, vivendo todas aquelas conversas sem sentido ou momentos caricatos.
Os meus momentos preferidos foram os diálogos entre Millie e Hugh. Aqueles dois fazem sem dúvida  faisca, mas também fazem o melhor par romântico e amigo que já li. Eles são mesmo duas metades do mesmo e, apesar de Hugh ser um banana por todos aqueles passos recuados e medos demasiado dramáticos, ele no fundo tinha lá aquele sentimento guardado e, tal como qualquer homem, só o sentiu quando viu Millie com outros. O que vale é que Millie fartou-se de tropeçar em homens nada compatíveis com ela, desde gays a jardineiros palradores.
Também adorei o final para Orla Hart. Imaginava-a tipo matrona rica e afinal era uma senhora ainda jovem com tanto fogo nas veias como Hester. Esta também foi uma peça única aqui que depois de tanto estrilho com Lucas, que afinal é um coração mole, lá se decidiu por Nat.
Como podem ver são raras as personagens que eu não tenha gostado – conto apenas com Sylvia e o marido. Todas elas são hilariantes e deram uma contribuição significativa, tanto a nível de boa disposição como de emoções à flor da pele, para esta história atribulada. Sim, atribulada é a palavra-chave de toda a obra, por isso preparem-se para muitos percalços e reviravoltas.
Gostei também da mistura de glamour e simplicidade em que Millie se vê envolvida graças a Orla. Esta variedade de cenários deu muito mais cor a tudo, já por si bastante animado.
Anúncios

2 pensamentos sobre “O Que Eu Penso D… Romance Atribulado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s