O Que Eu Penso D… O Despertar da Meia-Noite

Ficha Técnica:
Título Original – Midnight Breed

Título – O Despertar da Meia-Noite (Raça da Noite nº3)
Autora – Lara Adrian
Editora – Quinta Essência
Edição – Julho 2011

ISBN – 9789898228581

Sinopse:

Com uma adaga na mão e a vingança na mente, a bela Elise Chase percorre as ruas de Boston em busca de vingança contra os Renegados que lhe arrebataram tudo o que amava. Fazendo uso de um extraordinário dom psíquico, ela localiza as presas, consciente de que o poder que possui pode destruí-la. Tem de aprender a dominar o seu dom, e para isso pode apenas pedir ajuda a um homem: Tegan, o mais letal dos guerreiros da Raça.

Tegan, que não é alheio à perda, conhece a dor de Elise. Sabe o que é a fúria, mas quando mata os inimigos só há gelo nas suas veias. É perfeito no seu autodomínio até que Elise lhe pede ajuda para a sua guerra pessoal. Forja-se entre eles uma aliança – um vínculo que os unirá pelo sangue – e os mergulhará numa tempestade de perigo, de desejo e das mais sombrias paixões do coração.

Opinião:

Lara Adrian continua com a saga Raça da Noite, desta vez com o protagonismo de uma mulher marcada pelo destino e que se encontra cheia de força e motivação para fazer justiça pelas suas mãos… e adagas. Confesso que não fui muito com a personagem Elise, mas à medida que a história foi avançando acabei por gostar dela e das suas emoções para com a vida e os que a rodeavam.
Em relação a Tegan… adorei! É o típico bad boy que depois fica manso como um cordeiro!
Adorei aquela imagem que Lara descreveu quando Tegan rebenta com o laboratório e sai tipo herói de banda desenhada. Foi de meter respeito e suspirar, mas também foi de rir por causa da reacção dos amigos apanhados de surpresa.
Achei que ele tratava muito mal a Elise, principalmente no inicio e depois quando se afastava dela. Ao inicio não tive pena dela, porque não ia muito com “a cara” dela, como já disse, talvez por causa do Harvard, mas depois à medida que ela vai provando o seu valor e a sua coragem, acabei por sentir-me empática e dar-lhe um desconto.
Não estava à espera das novas revelações – nem da morte nem da descoberta final! Penso que será uma boa surpresa e que contribuirá para o desenvolvimento desta saga.
Estou um pouco ansiosa pela história de Harvard. Ele até reagiu bastante bem à perda de Elise, mas quero ver quem lhe vai calhar!

Passagem Engraçada:

– Alguém me recorde porque diabo eu não quis ser contabilista – murmurou Brock.
Nick riu-se.
– Porque os contabilistas não fazem explodir coisas.
– Também não matam muitos Renegados – acrescentou Kade, entrando na brincadeira.
O sorriso de Brock era amplo e branco.
– Ah, sim! Agora recordo-me!” página 320
Anúncios

2 pensamentos sobre “O Que Eu Penso D… O Despertar da Meia-Noite

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s