O Que Eu Penso D… Na Sombra do Amor


Sinopse: 

Em Caldwell, Nova Iorque, a guerra entre vampiros e os seus assassinos torna-se mais sangrenta e perigosa. A única esperança é um grupo secreto de irmãos – vampiros guerreiros, acérrimos defensores da sua raça. E Phury é o mais fiel à Irmandade da Adaga Negra.
Casto e leal, Phury sacrifica-se pela raça, assumindo a responsabilidade de dar origem a toda uma nova geração de vampiros guerreiros que continuará a proteger a raça e a manter vivos os costumes. No entanto, Phury terá de enfrentar a voz interior que o atormenta e combater o vício que o afasta da batalha cada vez mais sangrenta entre vampiros e os seus inimigos. Mas a sua única salvação é um amor proibido que pode condenar toda a raça.
O desejo que Cormia sente por Phury vai muito para além da obrigação e do futuro da raça. Dividida entre a responsabilidade e o amor pelo macho que tem de partilhar com as fêmeas escolhidas, Cormia esforça-se por se conhecer a si própria e salvar o seu amado.
Opinião por Fii: ATENÇÃO SPOILERS!  (não consegui evitar, desculpem)
Mais uma vez, umas das minhas mais adoradas escritoras, presenteia-nos com mais um dos seus magníficos livros.
Aqui temos o sexto livro da Irmandade da Adaga Negra e só tenho a dizer uma coisa: adorei!
Neste livro temos a história de Phury, o irmão gémeo de Zsadist que vivia em abstinência sexual há uns séculos. Quando Vishous no livro anterior fora escolhido para ser o Primale, Phury tomara o seu lugar para que este pudesse ficar com Jane. Agora, tem de procriar com 40 Escolhidas, começando por Cormia, a sua Primeira Companheira. Claro está que Phury se apaixona por Cormia e o trabalho como Primale fica comprometido. Além de todas estas confusões, Phury vai lutar também contra uma voz no seu interior derivada de um delírio.
No entanto, uma coisa que este livro tem que eu simplesmente adorei é que não se foca só na história de amor de Phury e Cormia como também na do casal gay que eu mais amo no mundo: Blaylock e Qhuinn que começam aqui a dar os primeiros passos numa relação que vai dar pano para mangas no futuro. 
Temos também algumas passagens que demonstram a vida de Rehv que vai protagonizar o próximo livro.
A escrita é fantástica, as cenas eróticas estão menos presentes no entanto a linguagem contínua bastante forte.
Como amante da serie, recomendo vivamente.
Anúncios

4 pensamentos sobre “O Que Eu Penso D… Na Sombra do Amor

  1. "Pano para mangas" é dizer pouco. Mais adiante, a história destes dois deixou-me com os coração bem apertado! Quanto a este livro e à história do Phury, foi dos que menos gostei, acho a história de amor um tanto forçada e o final confuso. Enfim. Depois deste, a autora já escreveu outros que achei melhores, mas no último (com a irmã do V) acho que se perdeu um bocado. veremos o que faz a seguir.

  2. sim eu também já li os seguintes, no livro da Payne, penso que ela não se centrou tanto nela como fez nos outros livros em relação ao par principal, no entanto nesse livro há muito Qhuinn/Blay ehehehquanto ao facto de ter sido forçado, bem acho que de certa forma tens razão, mas penso que isso tenha a ver com o facto de já nos estarmos a habituar ao desenrolar da serie. afinal nao varia muito: ha 1 guerreiro, esse guerreiro tem qlq tipo de problema e a solução vai ser a femea pela qual se vai apaixonar que o vai ajudar e bla bla bla e depois pelo meio acontece algo mau e bla bla bla. apesar disto tudo continuo a ficar sempre cativada pelos livros 😀

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s